Durante muito tempo tentei entender a razão pela qual os brasileiros ainda não aprenderam a exigir qualidade, lisura e eficiência nos serviços pelos quais paga preço de ouro com impostos extorsivos. E tenho a confirmação de que muita gente aqui e no exterior continua se fazendo a mesma pergunta, sem ter chegado a uma opinião conclusiva.
Isto porque, todos sabem, o Brasil é a 8ª economia mundial e campeão em arrecadação de impostos, portanto, recursos não nos faltam. Então, por que razão nos resignamos calados diante da posição de líder planetário em desigualdade social; de contabilizar 70.000 assassinatos por ano e desvios dos cofres públicos na ordem de R$ 85 Bilhões no mesmo período? Porque admitimos que a Saúde Pública continue sendo privatizada, com intrínseco objetivo de lucro, trazendo nefastos resultados para 75% dos contribuintes? Porque admitimos que o trânsito seja cada vez mais bloqueado ao mesmo tempo em que é fomentada, via crédito fácil, a aquisição particular de mais um milhão e meio de novos carros todo ano para transbordarem as nossas já esgotadas ruas e avenidas? Porque admitimos que a Educação continue sendo mal interpretada pelas autoridades e, consequentemente, mal conduzida pelos professores e familiares às nossas crianças e adolescentes? Porque não nos move o fato de que 10 milhões de famílias ainda não têm casa própria? Por que admitimos que o transporte público, nos horários em que ele é mais necessário, continue a funcionar de forma indigna e desumana?

Tudo bem, a gente vê muitas pessoas reclamando no escritório, na fábrica, no ônibus, nas escolas, nos bares, nos salões…., mas porque razão ninguém vai reclamar no lugar certo, onde o povo deve reclamar quando quer ser ouvido – como se faz – que é nas ruas e nas praças públicas?

Pela lógica da ação e reação – e considerando o tamanho da agressão – o mais obvio seria estarmos vendo agora mesmo todo mundo nas ruas e praças do País a exigir pelos altíssimos impostos que paga, no mínimo, o fim de tanta ineficiência; o fim de tanta corrupção e o fim de tanta impunidade!

Mas, finalmente, descobri a razão desta aparente resignação do povo brasileiro diante de tanta porcaria que lhe é enfiada goela abaixo e nariz a dentro. A resposta é muito simples e evidente: “o Povo brasileiro está sendo drogado, há muito tempo. E com droga da pesada!”.

Agora posso ver claramente que para nos manter neste estado de torpor coletivo uma dose cavalar de drogas é ministrada diariamente na população brasileira, de forma metódica e sistemática.

E a fórmula desse alucinógeno é a seguinte: junta-se uma droga de políticos, protegidos pela droga das leis que eles mesmos criaram, associada a uma droga de Justiça, uma droga de policia, uma droga de empresários, uma droga de banqueiros, uma droga de mega-empreiteiros e outras drogas disponíveis. Depois é só embalar esse coquetel como um presente legal e injetá-lo diretamente no cérebro das pessoas via uma over dose diária da droga da televisão brasileira e pronto, o resultado aí está.

Por isso tudo não tenho mais dúvida alguma. O povo brasileiro está completamente chapado, refém de marqueteiros traficantes da falsa felicidade, de dirigentes de trinta e poucos Partidos políticos, de alguns mercenários da fé, de muitos impudicos corruptos e de seus incontáveis cumplices.

Será que isso tem jeito???

 

Fernando Di Lascio
www.epocc.org.br