Blogdocléo: Quando a história mostrar tudo que é feito pelo PT para se enriquecer e se manter no poder, sentiremos o cheiro do inferno na própria terra. E a Nota de Apoio do PSDB fala tudo que politica e moralmente é preciso dizer em mais esse baixo capítulo petralha.

A MATÉRIA – PSDB diz que ataques do PT contra Campos mostram ‘face covarde e autoritária’ do partido 

O PSDB saiu em apoio ao presidente do PSB, Eduardo Campos, e da ex-senadora Marina Silva, nesta quarta-feira, após serem alvo de críticas em artigo publicado no Facebook do PT Nacional ontem, no qual Campos é chamado de “tolo” por deixar aliança com o PT. Na tarde de hoje, a executiva nacional do PSDB afirmou que os ataques do PT contra Campos, provável candidato à Presidência da República, mostram a “face covarde e autoritária” do ativismo petista, e a incapacidade do partido em conviver com adversários e propostas que vão contra o projeto de poder do governo Dilma Rousseff.

O PSDB ainda destacou que agora que passaram à oposição, o PSB e o Rede Sustentabilidade, legenda que está sendo criada por Marina Silva, estão sendo vítimas dos ataques recorrentes empreendidos pelo PT contra seus oponentes.

“Agora na oposição, o governador de Pernambuco e a líder do Rede Sustentabilidade experimentam a face covarde e autoritária do ativismo petista, da qual outros líderes das oposições têm sido vítimas contumazes nas redes sociais: ataques organizados, quase sempre encobertos pelo anonimato de uma suposta militância dedicada a destruir reputações, e que atua como um exército especializado em tentar transformar mentira em verdade e calúnia em informação”, afirmaram os tucanos.

O PSDB ainda diz que os brasileiros esperam a abertura de um novo ambiente político, sem “artimanhas de intolerância” contra opositores.

“Os brasileiros e a democracia brasileira reclamam um novo ambiente político, onde as divergências sejam respeitadas e as artimanhas de intolerância montadas para constranger adversários e impedir o debate democrático sejam desarmadas”, disse a legenda.

No texto publicado ontem, o PT afirma que por “desespero”, Campos mudou sua estratégia, mesmo após ter se beneficiado da aliança que tinha com o PT em anos anteriores e se mostrou “tolo”. “Ao descartar a aliança com o PT e vender a alma à oposição em troca de uma probabilidade distante – a de ser presidente da República –, Campos rifou não apenas sua credibilidade política, mas se mostrou, antes de tudo, um tolo”, afirma o texto. A publicação também classifica a possível candidatura de Campos à Presidência da República como “sem projeto, sem conteúdo e, agora se sabe, sem compostura política”, e diz que ela teria sido estimulada pelos “cães de guarda da mídia”.

O PSB reagiu nesta quarta-feira ao texto publicado ontem na página do Facebook do PT, que trazia críticas ao presidente do partido e possível candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. Depois de o líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque, rebater os ataques, o próprio Campos afirmou ser “duro na queda” e que não sucumbirá a ataques e afirmações petistas.

Fonte: oglobo.globo.com