Análise do Blog – Na verdadeira Igreja de NS Jesus Cristo o Reino de Deus já está presente, com a maior obra social do mundo curando as pessoas, principalmente os mais carentes, e contando com o maior contingente de santos – pessoas que se entregaram radicalmente à obra do Salvador nestes 2 mil anos – além de meio milhão de sacerdotes e mais meio milhão de freiras que hoje, imitando estes santos, também buscam seguir àquela mesma convocação para o serviço de amor  e doação aos nossos irmãos.

Enquanto isso, uma rede de TV brasileira, fundada com dinheiro de seguidores de uma seita protestante, sem pagar impostos  nem prestação de contas, usa da violência para obter audiência. e tudo em nome do Evangelho, certamente o de Judas. E todo esse lamaçal graças à omissão e conivência dos mais altos poderes políticos, jurídicos e até de governos que preferem dar ópio e circo ao povo, não a ética e muito menos a Verdade. Xô satanás!

A MATÉRIA:

Jornalista da Record diz que excesso de violência dos telejornais a fez pedir afastamento

Âncora do “Record Notícias”, exibido diariamente entre 12h e 14h30, Adriana Reid deu uma entrevista recente à blogueira Lele Siedschlag e contou detalhes sobre sua carreira e vida pessoal.

Entre diversos assuntos abordados, Lele questionou Adriana sobre a carga dramática dos jornais que apresentava e das notícias que era obrigada a dar aos telespectadores. Adriana então confessou que o excesso de notícias relacionadas à violência, que dominam a maior parte do “Record Notícias” – assim como de praticamente todos os jornalísticos da Record – a fez pedir um afastamento.

“No fim do ano passado eu senti que eu dei uma surtadinha… (…) Eu me cansei um pouco..Eu acho que eu trabalhei muito tempo sem férias. (…) Eu descansei muito pouco do fim do ano pro começo do outro e quando eu voltei já tava ali ’troca de tiros entre policiais e bandidos’ e eu falei ’não aguento mais falar sobre bandidos, nada desse tipo de assunto’ e aí me mandaram tirar férias”, contou ela.

Adriana passou aproximadamente dois meses afastada do “Record Notícias”. Neste período ela foi substituída por Daysa Belini, ex-Record Brasília e que agora é uma das principais repórteres da emissora.