Uma boa notícia favorável à instituição familiar nos chega do Principado do Liechtenstein. Este Estado da Europa Central — encravado nos Alpes entre a Áustria e a Suíça — é soberano desde 1806 e, apesar de pequeno (o quarto menor da Europa), é um dos Estados mais ricos do mundo.

A população liechtensteinense votou contra a descriminalização do aborto, não obstante a intensa campanha abortista, não apenas no país, mas em muitas nações que compõem a União Europeia. Assim, enquanto a Europa tende para o envelhecimento (devido à política pró-aborto) o Liechtenstein tende a ser um país jovem.
Leia mais »