Comentário: Se para mudar um país se começa a reclamar, eis uma excelente
base de lançamento para a classe que mais cresce no Brasil, enquanto nos
países de 1º mundo a prioridade são os administradores.
Assista esta crítica do Jornalista Carlos Prates do SBT/SC.