Comentário: Apesar do locutor ser fanho como Lula – talvez mais um sutil meio
da empresa puxar saco e abrir o cofrão do BNDES – o documentário

é belo e a obra, fantástica.